26/02/2021

façam suas apostas: quem leva os prêmios do globo de ouro/2021? chadwick boseman pode conquistar postumamente o prêmio melhor ator

::::: por mirian barranco herrera :::::

Dando início às premiações de 2021, acontece, no próximo domingo, 28 de fevereiro, a entrega dos prêmios do Globo de Ouro.



Em ritmo de esquenta, a Betfair.net, empresa especialista em cálculo de probabilidades, analisou os indicados e apontou aqueles com mais chances de levar a estatueta.

Será? Pelo sim, pelo não, bora dar uma espiadinha? Vem!

CATEGORIAS DE TV

Na categoria Melhor Série de TV - Drama, The Crown aparece com maiores chances, com 67%.
  • The Crown - 67%
  • Ozark - 28%
  • The Mandalorian - 10%
  • Ratched - 6%
  • Lovecraft Country - 5%



Na categoria Melhor Série de TV - Comédia, Schitt's Creek aparece com 58%.
  • Schitt's Creek - 58%
  • Ted Lasso - 37%
  • The Great - 6%
  • The Flight Attendant - 5%
  • Emily In Paris - 4%



Na categoria Melhor Atriz de TV - Drama, Olivia Colman e Emma Corrin, ambas de The Crown, aparecem com um percentual de 57%.
  • Olivia Colman (The Crown) - 57%
  • Emma Corrin (The Crown) - 38%
  • Sarah Paulson (Ratched) - 10%
  • Laura Linney (Ozark) - 10%
  • Jodie Comer (Killing Eve) - 8%



Entre as indicadas na categoria Melhor Atriz de TV - Comédia, Catherine O'Hara de Schitt's Creek aparece com 71% de chances de levar a estatueta.
  • Catherine O'Hara (Schitt's Creek) - 71%
  • Kaley Cuoco (The Flight Attendant) - 20%
  • Jane Levy (Zoey's Extraordinary Playlist) - 10%
  • Elle Fanning (The Great) 10%
  • Lily Collins (Emily In Paris) - 7%



Na categoria Melhor Ator de TV - Drama, Jason Bateman de Ozark aparece com um percentual de 47%.
  • Jason Bateman (Ozark) - 47%
  • Josh O'Connor (The Crown) - 37%
  • Matthew Rhys (Perry Mason) - 22%
  • Bob Odenkirk (Better Call Saul) - 6%
  • Al Pacino (Hunters) - 5%



Já na categoria Melhor Ator de TV - Comédia, Jason Sudeikis, de Ted Lasso, registra 66% de chances de levar o Globo de Ouro.
  • Jason Sudeikis (Ted Lasso) - 66%
  • Eugene Levy (Schitt's Creek) - 35%
  • Ramy Youssef (Ramy) - 8%
  • Nicholas Hoult (The Great) - 5%
  • Don Cheadle (Black Monday) - 4%



CATEGORIAS DE CINEMA

Na categoria Melhor Filme - Drama, Nomadland e Os 7 de Chicago aparecem empatados, com 47% de chances de levar o Globo de Ouro.
  • Nomadland - 47%
  • Os 7 de Chicago (The Trial of the Chicago 7) - 47%
  • Mank - 8%
  • Promising Young Woman - 8%
  • Meu Pai (The Father) - 4%



Na categoria Melhor Filme - Comédia/Musical, Hamilton registra as maiores chances de levar a estatueta, com 51%.
  • Hamilton - 51%
  • Borat: Fita de Cinema Seguinte (Borat Subsequent Moviefilm) - 46%
  • A Festa de Formatura (The Prom) - 8%
  • Palm Springs - 7%
  • Music - 4%



Entre os indicados na categoria Melhor Ator - Drama, Chadwick Boseman tem 83% de chances de levar o Globo de Ouro póstumo por sua atuação em A Voz Suprema do Blues (Ma Rainey's Black Bottom).
  • Chadwick Boseman (A Voz Suprema do Blues) - 83%
  • Anthony Hopkins (Meu Pai) - 12,5%
  • Riz Ahmed (O Som do Silêncio) - 10%
  • Gary Oldman (Mank) - 6%
  • Tahar Rahim (The Mauritanian) - 4%



Já entre as atrizes da categoria Melhor Atriz - Drama, Carey Mulligan registra 62% de chances de levar o Globo de Ouro, por sua atuação em Promising Young Woman.
  • Carey Mulligan (Promising Young Woman) - 62%
  • Viola Davis (A Voz Suprema do Blues) - 26%
  • Frances McDormand (Nomadland) - 20%
  • Vanessa Kirby (Pieces of a Woman) - 5%
  • Andra Day (The United States vs. Billie Holiday) - 4%



Na categoria de Melhor Ator - Comédia/Musical, Sacha Baron Cohen tem 68% de chances de levar a estatueta por Borat: Fita de Cinema Seguinte.
  • Sacha Baron Cohen (Borat: Fita de Cinema Seguinte) - 68%
  • Lin-Manuel Miranda (Hamilton) - 30%
  • Andy Samberg (Palm Springs) - 8%
  • Dev Patel (A Vida Extraordinária de David Copperfield) - 5%
  • James Corden (A Festa de Formatura) - 4%



Também por sua atuação em Borat: Fita de Cinema Seguinte, Maria Bakalova tem 75% de chances de levar a estatueta na categoria Melhor Atriz - Comédia/Musical.
  • Maria Bakalova (Borat: Fita de Cinema Seguinte) - 75%
  • Michelle Pfeiffer (French Exit) - 18%
  • Anya Taylor Joy (Emma) - 12%
  • Rosamund Pike (Eu Me Importo) - 8%
  • Kate Hudson (Music) - 4%



Na categoria de Melhor Filme - Animação, Soul aparece com as maiores chances de vencer o Globo de Ouro.
  • Soul - 84%
  • Wolfwalkers - 20%
  • Dois Irmãos: Uma Jornada Fantástica (Onward) - 7%
  • A Caminho da Lua (Over The Moon) - 6%
  • Os Croods 2: Uma Nova Era (The Croods: A New Age) - 4%



Você pode assistir à cerimônia de premiação no E! Entertainment. A cobertura começa domingo, 28 de fevereiro, às 20h, com o "Live From E!: Countdown to the Golden Globe Awards".

[©Conteúdo protegido por direitos autorais. Texto e imagens: divulgação. Todos os direitos reservados.]

23/12/2020

nova coleção do grupo now united na c&a já conta com reposição das peças no lançamento


É, não dá pra dizer que eu sou realmente uma fã do Now United. No máximo, gosto de uma música aqui e outra ali, mas sendo bem sincera, curto bastante a "visualidade" dos shows e clipes do grupo. Acho que isso acontece porque sou uma apaixonada incondicional da dança e sinto uma identificação quase que instantânea só de ver alguém chacoalhando o corpo. Também dá pra dizer que sou uma eterna apaixonada por descobrir músicas e bandas novas, por isso, vá lá, curto, sim, alguns hits da banda.

Mas como sei que existem pessoas mais obcecadas pelo Now United, acredito ser bem bacana compartilhar a novidade da C&A, que acaba de lançar uma coleção exclusiva com peças inspiradas pela banda.


Vem saber mais a respeito!

::::::::

A C&A apresenta sua coleção de peças licenciadas do Now United, primeiro grupo global de música pop formado por 17 integrantes de diferentes nacionalidades. A ideia de formar um grupo musical com pessoas de diversos lugares do mundo surgiu do ícone Simon Cowell, criador do famoso reality show American Idol. 




A seleção aconteceu ao redor do mundo e, atualmente, o Now United é formado por membros do Brasil, Filipinas, Coreia do Sul, Japão, Finlândia, Canadá, China, Reino Unido, Estados Unidos da América, Líbano, México, Austrália, Índia, Alemanha, Rússia , Dubai e Costa do Marfim.

Composta por uma gama diversificada de produtos com pegada casual wear, as peças foram inspiradas no estilo dos integrantes e possuem shapes estratégicos que prezam pela praticidade, mas sem deixar de trazer atitude para o look. 


Alinhada com a diversidade, pilar importante do DNA da C&A, a cartela de cores da coleção transmite os valores do Now United representados a partir das cores utilizadas na logo do grupo: auto estima, respeito, inspiração, amor, bondade, felicidade, alegria, admiração, positividade, esperança e gratidão. 



Cores neutras como preto, branco e cinza também surgem para agradar quem adota o estilo mais básico. Quem preza pelo conforto, poderá apostar nos moletons e t-shirt e para quem busca mais informação de moda, o lançamento também traz tops bordados, vestidos com transparência em tule e conjuntos coloridos inspirados no figurino do grupo, além da estampa tie-dye, uma das tendências mais fortes deste ano.




A coleção é composta por 51 modelos que variam entre camisetas, itens beachwear, vestidos, conjuntos, moletons e acessórios com preços entre R$ 12,99 e R$ 99,99. Os produtos serão repostos nos canais de venda ao longo dos dias.

Para saber tudo:

[©Conteúdo protegido por direitos autorais. Texto e imagens: divulgação. Todos os direitos reservados.]

22/12/2020

barbie veste a moda de rua: nova linha inspirada nos anos 90 e nas tendências de moda atual [barbie bmr1959]


Sempre gostei muito da Barbie. Quando era criança, gostava dela por razões óbvios, já que brincava muito com ela e ficava deslumbrada trocando suas roupinhas, sapatos e acessórios em geral; agora adulta, gosto da Barbie por sua história, já que foi a primeira boneca adulta (nada de bebezinhos!) a surgir no final dos anos 1950, assim como por ser super empoderada, digamos assim.

Por isso, acho muito bom poder compartilhar por aqui, cada novidade que a Matel apresenta sobre a gal, como esta nova linha inspirada nos anos 90 e no streetwear, a BMR1959. 



Vem conferir as informações que a marca nos passou:

Focada no streetwear, a Matel acaba de lançar uma linha colecionável de bonecas, a Barbie BMR1959, inspirada nos anos 90 e nas tendências de moda atuais, buscando romper estereótipos e trazendo uma estética autêntica e vanguardista em seis versões exclusivas.








A Barbie, ao longo dos anos, se transformou em uma referência no mundo da moda e a linha colecionável Barbie BMR1959 chega para celebrar o legado fashion da boneca em suas seis décadas de história. 





Inspirada no streetwear mesclando padrões, texturas e silhuetas dos anos 90, a coleção traz quatro bonecas e dois bonecos com diversos estilos de cabelo, cores de olhos, diferentes tons de pele e tipos de corpo.










Os looks contam com estética urbana, moderna e vanguardista com um toque excêntrico com peças como macacões, jaquetas, blusas cropped, sapatos esportivos e muitos acessórios e brilhos que revelam as diferentes personalidades dos itens colecionáveis.






Todas as bonecas BMR1959 são articuladas e vêm em uma embalagem inusitada e original: uma caixa de sapatos de papelão inspirada na moda urbana. 


Esse lançamento reforça o compromisso da marca Barbie em oferecer a seus fãs versões autênticas de bonecas, cheias de glamour e estilo, reforçando a tagline "Você Pode Ser Tudo Que Quiser" através da individualidade de cada boneca.





A linha Barbie BMR1959 já está disponível nas principais lojas de brinquedos e e-commerce do Brasil, com preço sugerido de R$ 469,99 cada.


E aí, gostou? Eu me apaixonei pela Barbie de vestido vermelho e pela Barbie com pochete azul.

Para saber tudo:
Sobre a Barbie www.barbie.com.br
Barbie foi criada em 1959 pela americana Ruth Handler, co-fundadora da Mattel, que percebeu que sua filha Bárbara, ou Barbie, como era apelidada, gostava de brincar com bonecas de papel que trocavam de roupa. Até então, todas as bonecas tinham aparência de bebês e a de papel era uma das únicas que tinha a feição mais próxima da de uma adolescente. Quando lançada, a boneca foi definida como a "modelo teenager vestida na última moda". Hoje, a Barbie é reconhecida como uma das marcas mais fortes de todos os tempos e um ícone fashion mundial. Como toda diva, a partir dos anos 90 estilistas famosos como Christian Dior, Chanel, Versace, Givenchy, Carolina Herrera, Donna Karan, Giorgio Armani e Alexandre Herchcovitch a vestiram em várias ocasiões. Clássicos do cinema, teatro e TV também ganharam bonecas Barbie caracterizadas com seus personagens mais famosos, entre eles: Romeu e Julieta, O Mágico de Oz e Star Trek, além de musas como: Marilyn Monroe, Audrey Hepburn, Elizabeth Taylor, Vivien Leigh e Grace Kelly. Por mais de cinco décadas a boneca tem inspirado garotas de todas as idades a sonhar, "viajar" e descobrir que, brincando, elas podem ser o que quiserem. O estilo de vida da boneca, que já virou personalidade, sempre fez com que ela fosse popular entre crianças e adultos. Em 60 anos, ela já teve mais de 200 profissões, todas retratando aspectos da cultura e da sociedade de suas épocas. Alguns exemplos emblemáticos são: Barbie astronauta (1965); Barbie médica cirurgiã (1973); Barbie presidente dos EUA (1992).

[©Conteúdo protegido por direitos autorais. Texto e imagens: divulgação. Todos os direitos reservados.]

08/12/2020

sandálias com desejos de fim de ano: coleção make a wish alexandre birman


Talvez, por motivos covidianos óbvios, este fim de ano seja aquele em que mais temos "desejos" preparados para a virada/2021. 

Então, se você é daquelas que gosta de apostar em uma peça de roupa ou acessório em a cor que consegue traduzir suas aspirações para o próximo ano, com certeza vai gostar de conhecer a coleção-cápsula Make a Wish, da marca Alexandre Birman (Grupo Arezzo), formada por rasteiras cheinhas de cor, estilo e palavras que parecem transbordar do fundo do coração... intenso isso, né? Pois é, tô intensa hoje! rs.

Mas... que tal espiar a coleção? Vem ver! [as informações fornecidas pela marca: ]

::::::::

Para celebrar o final do ano, a marca Alexandre Birman acaba de lançar a coleção-cápsula Holiday 2020. São cinco sandálias rasteiras, chamadas Make a Wish, e cada uma tem um desejo para o encerramento deste período e para o início de 2021. Os materiais Metallic Skin Soft e Nappa Kiss trazem sofisticação, mas sem deixar de lado o conforto e a durabilidade que fazem parte do DNA da marca.



A sandália Love, na cor poppy red, quer desejar o bem. O amor pode ser um sentimento eterno ou passageiro, de grande carinho e afeto ao próximo. 

A felicidade é um estado durável de plenitude e satisfação. Um sentimento contagiante de contentamento e júbilo. Este é o desejo da Happiness, que apresenta um metálico azul royal.



A sandália Hope, na cor avocado, traz esperança, que pode ser também um sinônimo de fé. Além de acreditar, é confiar no futuro, nos sonhos e no que há por vir. 

A Peace, em Nappa Skin branco, é estado de calmaria, harmonia e tranquilidade. Um estado de calma interior em que há silêncio e descanso. 



A sandália prateada Wisdom transmite a ideia de que a sabedoria é a experiência e sensatez que trazem conhecimento sobre vários aspectos da vida e, sobretudo, confiança para tomar decisões e caminhos. 

Por fim, a Prosperity, na cor Oro, diz que a prosperidade é um estado de abundância, não apenas financeiro, mas de bem-estar. É o olhar para frente, para o progresso e avançar ininterruptamente.


Cada sandália vem em um package diferenciado para proporcionar um Natal ainda mais especial para as clientes. A caixa vem com uma nova estrutura transformando-a na embalagem de presente. O forro interno virá na cor do Wish que a cliente comprar, com seu significado.



E aí, qual é seu desejo para 2021?

Para saber tudo:
Cada par sai por R$ 790,00 (sim, sete-nove-zero!)
Alexandre Birman: alexandrebirman.com.br

[©Conteúdo protegido por direitos autorais. Texto e imagens: divulgação. Todos os direitos reservados.]

07/12/2020

obras de arte no tênis e na roupa: parceria entre vans e moma apresenta coleção com calçados, camisetas, blusas e chapéus


Acho que não poderia existir melhor ideia do que reunir arte e tênis, ainda mais quando nomes como Pollock, Kandinsky, Dalí, Monet, entre outros, fazem parte do grupo.

Por todo esse amor que sinto pelas manifestações artísticas,de qualquer natureza, assim como pela moda, especialmente pela moda casual, descontraída, descontraída e confortável, é claro que não podia deixar de compartilhar, muuuuito, a nova coleção da Vans com o MoMa, o Museu de Arte Moderna de Nova York, parada indispensável quando se está na cidade americana.


Assim, bora conferir tudo que a Vans dividiu com a gente sobre a collab? Vem!

::::::::

Com uma paixão compartilhada por inspirar a auto expressão criativa em todo o mundo, a Vans e o MoMA se juntam para apresentar uma coleção especial e completa de tênis, vestuário e acessórios. Os artistas homenageados pela união entre as duas entidades fundamentadas na arte refletem a diversidade da coleção do MoMA, com obras de arte de Claude Monet, Vasily Kandinsky, Salvador Dalí, Edvard Munch, Jackson Pollock, Lybov Popova e Faith Ringgold.

"O MoMA está orgulhoso de apresentar uma coleção colaborativa com a Vans, pois eles também têm um rico legado de apoio à expressão artística", adiciona Robin Sayetta, Diretor de Licenciamento e Parcerias do MoMA. "Buscamos um número limitado de colaborações de produtos, e o nosso objetivo é sempre de envolver um público mais amplo em combinação com a arte moderna. Estamos entusiasmados em alcançar os amantes da arte em todo o mundo por meio da rede global da Vans."

Inaugurando a cápsula dos artistas, a coleção Vans x MoMA apresenta Claude Monet, uma indiscutível força do movimento impressionista, que durante toda a sua vida documentou a constante mudança do campo francês em seu trabalho de paisagismo ao ar livre, concebido a partir de uma única inspiração: a observação da natureza. A série do pintor francês homenageia a sua icônica assinatura "Lírios D'Água, 1914-1926", uma obra feita nos últimos anos de Monet em sua casa na pequena cidade de Giverny, França, que foi cuidadosamente escolhida para customizar a primeira silhueta de Vans, o Authentic, além de revestir um boné, um moletom e uma mochila.






Vasily Kandinsky acreditava que tanto a cor quanto a forma evocavam o seu próprio poder e emoção, independentemente das imagens e objetos. Utilizando da impressão intitulada de "Orange, 1923", que Kandinsky fez enquanto lecionava na escola alemã de arte e design Bauhaus, as peças de vestuário e acessório celebram essa investigação em formas e sinais abstratos que estampam uma camiseta de manga curta, um moletom sem capuz e um boné.



Salvador Dalí se inspirou no subconsciente, nos sonhos e na imaginação em suas obras surrealistas que mesclam o real e o inventado. Uma de suas contribuições mais conhecidas, a obra "A Persistência da Memória, 1931" e o tom de azul que preenche o mostrador do relógio da pintura de Salvador Dalí foram escolhidos para desenvolver um moletom que celebra a criatividade do artista espanhol em combinação com o espírito "Off The Wall" da Vans.




A quarta apresentação foi profundamente baseada no impactante trabalho de Edvard Munch e de sua obra mais conhecida, "O Grito, 1895". Capturando o grito infinito da natureza e a angústia perpétua, uma versão impressa dessa pintura foi cuidadosamente incorporada em cada um dos painéis de lona do Vans Era, em um padrão sequencial que também pode ser encontrado na mochila Old Skool Backpack e em um moletom com capuz.




Jackson Pollock foi um dos principais pioneiros do movimento experimental "action painting", um processo criativo que consiste na técnica de gotejamento e despejamento de tinta nas superfícies das lonas brancas de uma forma física, expressando a sua criatividade de forma abstrata ao invés de ilustrá-la por desenhos. A obra "One: Number 31, 1950" de Pollock transformou completamente o modelo Authentic por meio de uma aplicação do padrão do artista americano sobre todo o cabedal e a vira da silhueta. Uma camiseta de manga curta e um boné camper também são tomados pelas gotas experimentais de Pollock.



Lybov Popova abordou a pintura como um ato de "construção" usando cor, linha e forma para criar um trabalho dimensional que expressasse o movimento e o dinamismo. Para a coleção Vans x MoMA, a obra "Sem título, 1917" foi a escolhida para estampar o modelo clássico Sk8-Hi, utilizando cada lado do cabedal para traduzir a visão vanguardista da artista, que é reforçada por um moletom sem capuz e uma camiseta de manga curta.




Para finalizar a série dos artistas, há Faith Ringgold, uma aclamada pintora, escritora, escultora, artista performática, educadora e ativista cujo todo o trabalho destaca suas experiências com o racismo e injustiça social. Os curadores da coleção Vans x MoMA trabalharam de maneira próxima e estreita com Ringgold para elevar a arte de sua obra "Woman Free Yourself, 1971", que traz as letras em negrito para o pé esquerdo do modelo Era, enquanto o pôster "Freedom Woman Now, 1971" assina o pé direito para formar o lema que foi convocado durante a prisão de Angela Davis. As palavras poderosas de Ringgold também são escritas e tangilibilizadas pelo chapéu bucket reversível e por uma camiseta de manga longa.



Uma segunda silhueta, dessa vez o modelo clássico slip-on, foi customizado a partir da primeira série de pinturas abstratas de Ringgold, "The Windows of the Wedding", desenvolvida na década de 1970. A frase "My mother said I’d have to work twice as hard to go half as far.", sendo traduzida em português para "Minha mãe disse que eu teria que trabalhar duas vezes mais para ir até a metade" que carrega a mensagem da incansável luta diária das mulheres e de Faith Ringgold por justiça foi minuciosamente estampada na vira do tênis na caligrafia da artista.






Há ainda uma variedade de tênis, vestuário e peças de acessórios assinados pela própria marca do Museu de Arte Moderna. Inspirado pelas contribuições da Vans para a arte e, principalmente, pela popularização da estampa Checkerboard na década de 1980, a coleção combina o icônico padrão da Vans com a identidade reimaginada, recém-expandida e colorida do Museu. O modelo ComfyCush Era e o ComfyCush Old Skool carregam as assinaturas da Vans e do MoMA bordadas nos calcanhares das silhuetas. Além disso, há uma camiseta uma camiseta boyfriend feminina, uma camiseta de manga longa masculina e uma sacola customizada pela identidade da colaboração.



Para despertar a criatividade e envolver as crianças com a arte, a coleção ainda apresenta uma linha exclusiva para crianças e bebês composta por cores e elementos que incentivam a interatividade e a ludicidade. A Vans trabalhou com os educadores do MoMA para desenvolver um slip-on composto por elementos que permitem às crianças customizarem os seus tênis, proporcionando uma experiência criativa prática e divertida. Já o modelo Old Skool oferece uma oportunidade de educar as crianças sobre a teoria da combinação das cores, por meio da apresentação da distinção entre as cores primárias e secundárias em sua construção. O modelo Old Skool para crianças e também para bebês recebe uma etiqueta especial constituída por uma roda de cores original com o intuito de educar os pequenos artistas sobre a teoria das cores.




De cair o queixo, né? Dizer que eu amei muito, ainda é dizer pouco!

Para saber tudo:

[©Conteúdo protegido por direitos autorais. Texto e imagens: divulgação. Todos os direitos reservados.]