15/04/2018

escritos na madruga: tenho medo


Tenho medo 

Tenho medo da falta de educação que tira liberdades; 
Tenho medo de mães e pais que abandonam seus filhos; 
Tenho medo de filhos que não respeitam seus pais; 
Tenho medo de matemática e de física, ai como dói; 
Tenho medo do politicamente correto - quando essa palavra “política” tá no meio, já dá pra desconfiar...; 
Tenho medo de gente que não muda de opinião; 
Tenho medo de carro com som alto, EXAGERADO. Ei, você, nunca ouviu falar que seu direito acaba onde começa o do outro?; 
Tenho medo de escolas vazias; 
Tenho medo de prisões cheias; 
Não queria falar de política, mas tenho medo do Bolsonaro, do Putin, do Donald Trump, de mesóclises e de vampiros... 
Tenho medo de estupro, de estupro coletivo e de estupro mental; 
Tenho medo de buraco na rua, de metrô parado e de carro letal; 
Tenho medo de ser radical hoje em dia - e de achar isso normal; 
Tenho medo é de ser superficial; 
Tenho medo de golfinho em aquário, de passarinho na gaiola, de canudinho... 
Tenho medo de gente que mata macaco... será que é falta de informação? Será que é legal? 
Tenho medo de gente que não respeita a religião do outro ou a não-religião, né?; 
Tenho medo de olho preto mau esfumado, de rímel acanhado, de perfume tímido, de blush muito “aparecido” e de gente que carece de “iluminador”; 
Tenho medo, muito medo de pensar nas meninas – crianças! - raptadas pelo Boko Haram; 
Tenho medo das oportunidades e sonhos perdidos pelas crianças da cidade maravilhosa... Que maravilha é essa? 
Tenho medo da morte; 
Por que a gente precisa sentir tanto medo?

Você tem medo do quê? 

Tenho alegrias também, essas ficam pra outro post.


[©Conteúdo protegido por direitos autorais. Texto e imagem produzidos pelo O Avesso da Moda. Todos os direitos reservados.]

Um comentário:

  1. Vivemos um turbilhão de emoções, lindo texto ❤

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...