Semana passada, Mirian e eu conferimos o lançamento da Garnier para colorir os cabelos, a linha Olia (a gente contou tudo aqui: link) e hoje vou contar a minha experiência com essa nova coloração.



Ganhei uma caixinha da cor 6.66 - vermelho intenso. Normalmente, eu uso a cor 5546 - amora (Koleston), um vermelho mais escuro/fechado, mas quando soube que a coloração não contém amônia e é uma tintura permanente, fiquei com vontade de testar na hora... e não me arrependi! #adorei


 


A caixa contém: creme revelador, creme colorante, creme de tratamento para brilho, 
par de luvas e folheto com instruções de uso.

Vamos aos detalhes:

Creme revelador
De acordo com a marca, a consistência é parecida com a de um creme para o rosto, com um toque aveludado. 

Quando vi essa consistência no dia do lançamento (e em casa também), durante a mistura dos produtos, pensei que fosse escorrer porque parece bem líquida. De fato, isso não aconteceu: não escorre nadinha, a textura é bem diferente e agradável e o cheirinho é suave, um toque floral frutado. Uma delícia!




Creme colorante
Também foi surpreendente! A cor não se "revela" logo de cara como o que acontece com outras colorações. Ela vai surgindo aos poucos, começando com um bege claro até atingir o vermelho. Se você usar esta cor, não se assuste, é assim mesmo. 

A bisnaga é ótima, muito boa mesmo, e a tinta sai facilmente do tubo. Não precisei ficar espremendo (rs!). Gostei bastante!



Creme de brilho intenso
A fragrância é bem suave, maravilhosa! Apliquei conforme o indicado, em todo o cabelo, e massageei os fios por alguns minutos; em seguida, enxaguei bem. O cabelo ficou bem desembaraçado.




Em relação à aplicação, depois de feita a mistura, espalhei o conteúdo com a ajuda de um pincel, da raiz às pontas. E, como disse anteriormente, a coloração não escorreu. 

Não passei creme hidratante no rosto, como faço normalmente para amenizar aquelas manchas que ficam na pele, pois queria testar se a coloração sai com facilidade. Novamente, a surpresa foi excelente, a tinta saiu no banho, com sabonete, e não precisei ficar esfregando e nem passando outros produtos para retirar aquele vermelhão da testa (rs!). Sim, o couro cabeludo fica manchado, mas depois de uma ou duas lavagens, sai totalmente. O tempo de pausa foi de 30 minutos.


Creme revelador e creme colorante.

Depois de alguns segundos, o creme colorante começa a ficar vermelho.

Bem vermelhinho!


A sensação ao tingir os cabelos com Olia foi ótima, não senti coceira nenhuma, ardência ou qualquer outra irritação. Além do cheirinho ser muito bom!


O resultado final dá para ver pelas fotos, cabelo super brilhante! Além do brilho, notei que os fios ficaram bem macios. Adorei a cor também, super bonita!



O couro cabeludo fica tingido, mas com uma ou duas lavagens a tinta desaparece

Depois voltarei aqui para contar sobre a duração e também se o cabelo ficou ressecado. Por enquanto, posso dizer que amei o resultado e com certeza testarei outro tom de vermelho, o profundo (4.66) [rs!] Gostei muito da sensação suave que a ausência de amônia oferece.


Não usei hidratante para proteger a testa e adorei o resultado, quase nada de tinta!

É bom dizer que, se você quer obter o mesmo resultado de cor que o meu cabelo tem hoje, talvez você não consiga com uma aplicação apenas, porque como eu disse, uso coloração vermelha há algum tempo e meus cabelos já estão beeeem tingidos nesse tom. Digo também que a cor natural do meu cabelo é castanho escuro. 

Vale dizer ainda que, mesmo sem a amônia, é importante fazer o teste de alergia e seguir as instruções do folheto explicativo. #ficaadica

A linha é composta de 24 nuances  entre loiros, vermelhos, castanhos, acaju e pretos. O preço sugerido é de R$ 19,90 (kit).

E você, ficou com vontade de usar esta tinta sem amônia? Conta pra gente!

UPDATE

Conforme prometido, passado um mês desde a aplicação de Olia, venho contar por aqui o resultado final e dizer que realmente gostei da coloração. 

A duração em meu cabelo foi a mesma que a duração de uma tintura com amônia.

Comigo, geralmente, a cor fica bonita e brilhante por um período de 20 a 25 dias. Com Olia, o cabelo ficou lindo, com muito brilho, por mais ou menos 25 dias (lavando diariamente). Os fios não ressecaram nem um pouquinho.

Em minha opinião é uma das melhores colorações “de farmácia” e percebi que realmente "trata", ou melhor, cuida, pois quase não houve ressecamento dos fios. 

Também tem a questão do desbotamento. Na primeira semana, no banho, saiu bastante tintura, como normalmente acontece com outras marcas, mas não chegou a desbotar. A cor clareou sim, mas não desbotou, meio que "estabilizou no tom certo", sabe? 

Mas também tenho de ser sincera: a manutenção é fundamental, eu sempre uso shampoo, condicionador, leave-in, etc. que protejam a cor e outros produtos para cuidar dos cabelos tingidos. Eles fazem diferença!

Por último, quero falar também sobre os vermelhos de Olia. Achei que há poucas opções da cor, aliás, se você olhar na cartela de cores, verá que existem apenas duas nuances: o 6.66, vermelho intenso (que é o que eu usei), puxando para o vermelho vivo e aberto; e o 4.66, um vermelho mais profundo, puxando para o ameixa. Por isso, deixo a dica para criar tons intermediários, que não sejam nem tão claros, nem tão escuros, na faixa do 5546, por exemplo.

É isso então! Gostei muito desta tintura e super recomendo!

Veja também:
- Como eu tinjo meu cabelo: sozinha e em casa!: clique aqui.
- Testei: ImédiaExcellence Californianas: clique aqui.
- Novidade em coloração: Olia/Garnier: clique aqui.

Para saber tudo:

Garnier
SAC: 0800 701 0114
Site: link; Facebook: link; Twitter: link


Coloração Olia, Garnier, gentilmente oferecida para teste do O Avesso da Moda. A opinião ora apresentada expressa parecer sincero e imparcial da autora e não implicou remuneração/gratificação de qualquer natureza. 


[©Conteúdo protegido por direitos autorais. Texto e imagens produzidos pelo O Avesso da Moda. Todos os direitos reservados.]